O problema de ser viciado em sexo – o testemunho do Tiago

O problema de ser viciado em sexo - o testemunho do Tiago

Hoje na comunidade infidelidade, apresentamos-lhe o testemunho do Tiago, um homem que admite ser viciado em sexo, e nos explica como isso atrapalha a sua vida (sim, vai perceber que não é assim tão bom como imagina).

Os nomes e localizações constantes neste testemunho foram alterados de forma a manter a privacidade de todos os intervenientes.

Ser viciado em sexo não é tão bom como pensam

“Boa tarde a todos, o meu nome é Tiago, e tenho aquilo que a grande maioria das pessoas não considera um problema real: sou viciado em sexo.

Pois bem, contrariamente ao que possam pensar, a verdade é que isto é realmente um problema sério, principalmente quando já foram despedidos exatamente por esse motivo.

Existem pessoas que têm como vício fumar ou beber. No meu caso, é o sexo. Estou constantemente a pensar nisso, fico excitado em qualquer lugar (incluindo em casas de banho masculinas e reuniões de trabalho), se sair à noite e vir uma mulher bonita fico automaticamente com uma ereção.

O pior de tudo, é que ser viciado em sexo acabou por me custar, além de um trabalho, o meu casamento. Eu juro que amava a minha mulher, contudo, como ficava excitado quase o tempo todo, acabei por me inscrever em sites de relacionamentos (para poder ter sexo quando ela estava a trabalhar ou quando estava fora de casa em trabalho).

Como é óbvio adorei a experiência de estar com várias mulheres. Contudo, como tudo na vida, isto é giro de vez em quando. Estar com 3 ou 4 mulheres todos os dias, e mesmo assim não ficar sexualmente satisfeito, não é simples.

Imaginem a pior das situações? Agora imaginem essa situação com um gajo ereto ao vosso lado. Exato, não é bonito de se ver.

Contudo, ser viciado em sexo tem também algumas coisas ótimas como já ter estado com centenas de mulheres diferentes, já ter experimentado quase tudo o que havia para experimentar (desde BDSM – nas suas 2 versões – como dominador e como submisso, a orgias, gang bang… enfim… tudo o que possam imaginar eu já fiz).

Resolvi vir aqui partilhar o meu testemunho, simplesmente porque gostaria que a maior parte das pessoas soubesse que não é um mar de rosas ser viciado em sexo, e querer comer tudo o que mexe (sim, homens incluídos).

Não queiram imaginar as situações vergonhosas pelas quais já passei (principalmente quando era mais novo), é mesmo para esquecer. Neste momento estou a fazer um tratamento que espero que resulte, porque quero ter uma vida normal.”.

Este foi o testemunho do Tiago que nos mostra que ser viciado em sexo pode não ser tão bom como a maior parte das pessoas ainda julga.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *